Consensus Definitions
(Portuguese - Brazil - Translation)


Legenda

Ilustração do modelo conceitual final da terminologia baseada nos comportamentos adotados organizado em relação a um período de aproximadamente 24 horas. A figura organiza os comportamentos que ocorrem ao longo do dia em dois componentes: o anel interno que representa as principais categorias de comportamento com base no gasto energético. O anel externo apresenta as categorias gerais classificadas com base na variação postural. Passe o mouse sobre os termos apresentados na figura para visualizar a definição. Definições detalhadas, exceções e exemplos relacionados ao comportamento sedentário são apresentados abaixo da figura. A proporção de espaço ocupado por cada termo na figura não é uma prescrição do tempo diário que deve ser despendido nesses comportamentos.

 
 

Consensus Definitions

Final definitions, caveats and examples of key terms from the Sedentary Behavior Research Network (SBRN) Terminology Consensus Project.

11 translations available: Chinese (traditional), Dutch, English, French, German, Greek, Japanese, Korean, Portuguese (Portugal), Portuguese (Brazil), and Spanish.

Definições finais, ressalvas e exemplos dos termos-chave do Projeto de Consenso de Teminologias da Rede de Pesquisa em Comportamento Sedentário.

Translators: Danilo Rodrigues Pereira da Silva (State University of Londrina), José Cazuza de Farias Junior (Federal University of Paraíba – UFPB, Physical Education Departament and Study and Research Group in Physical Education Epidemiology – GEPEAF)

Termo 1. Inatividade física
Definição Geral Nível de atividade física insuficiente para atender às recomendações internacionais.
Ressalvas A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Bebês e pré-escolares (1-4 anos): Não atingir 180 minutos de atividade física de qualquer intensidade por dia.
  • Crianças e adolescentes (5-17 anos): Não atingir 60 minutos de atividade física de intensidade moderada a vigorosa por dia.
  • Adultos (≥ 18 anos): Não atingir 150 minutos de atividade física de intensidade moderada a vigorosa por semana ou 75 minutos de atividade física de intensidade vigorosa por semana ou a equivalente combinação de atividade física de intensidades moderada e vigorosa.
Termo 2. Comportamento estacionário
Definição Geral Comportamento estacionário refere-se a qualquer comportamento realizado no período de vigília nas posições deitada, reclinada, sentada ou em pé sem movimento, independentemente do gasto energético.
Ressalvas
  • Tempo estacionário: O tempo despendido em comportamentos estacionários por qualquer duração (p. ex., por dia, por semana), em qualquer domínio (p. ex., na escola/trabalho), e em qualquer intensidade (p. ex., ficar em pé numa fila, trabalhar numa linha de produção sem movimentação, trabalhar em standing desks, estar sentado em sala de aula).
  • Período estacionário: Um período ininterrupto em comportamento estacionário.
  • Interrupção/quebra do comportamento estacionário: Um período não estacionário entre dois períodos de comportamentos estacionários (aplica-se a todas as idades e níveis de aptidão, exceto crianças).
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades, exceto para crianças (<1 ano; até caminhar) e pessoas com mobilidade reduzida, incapazes de ficar na posição ortostática.
Exemplos
  • Uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., televisão, computador, tablet, celular) na posição sentada, reclinada ou deitada; ler/escrever/desenhar/pintar/conversar na posição sentada; estar sentado na escola/no trabalho; estar sentado no ônibus, no carro ou no metrô.
  • Estar em pé numa fila, na igreja; numa conversa de corredor; escrever uma mensagem de texto em pé; usar uma standing desk.
  • Ser transportado/segurado/afagado por alguém.
Termo 3. Comportamento sedentário
Definição Geral Comportamento sedentário é qualquer comportamento realizado no período de vigília caracterizado por um gasto energético ≤1,5 equivalentes metabólicos (METs), na posição sentada, reclinada ou deitada.
Ressalvas
  • Tempo sedentário: Tempo despendido em comportamentos sedentários por qualquer duração (p.ex., minutos por dia) ou em qualquer domínio (p.ex., na escola ou no trabalho).
  • Período sedentário: Um período ininterrupto de tempo sedentário.
  • Interrupção/quebra do comportamento sedentário: Um período não sedentário entre dois períodos de comportamentos sedentários.
  • Crianças (<1 ano; até caminhar): Qualquer comportamento realizado no período de vigília caracterizado por baixo dispêndio energético enquanto controlado (p.ex., carrinho/cadeira alta para bebês, assento de carro) ou quando relaxado (p. ex., sentado/reclinado livremente numa poltrona com pouco movimento). O tempo despendido em decúbito ventral (“de barriga para baixo”) não é considerado um comportamento sedentário.
  • Bebês e pré-escolares (1-4 anos), crianças e adolescentes (5-17 anos), adultos (≥ 18 anos) e todos os grupos de aptidão: Aplica-se a mesma definição geral.
Exemplos
  • Crianças (<1 ano; até caminhar): Deitar na cama (durante o período de vigília) com poucos movimentos; sentar no carrinho/cadeira alta com poucos movimentos; ser segurado por alguém.
  • Bebês e pré-escolares (1-4 anos): Uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., televisão, computador, tablet, telefone) na posição sentada, reclinada ou deitada; ler/desenhar/pintar na posição sentada; sentar num carrinho de passeio; sentar numa cadeira de bebê ou poltrona durante as refeições; sentar no ônibus, carro ou metrô.
  • Crianças e adolescentes (5-17 anos): Uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., televisão, computador, tablet, telefone) na posição sentada, reclinada ou deitada; ler/desenhar/pintar na posição sentada; fazer as tarefas de casa sentado; sentar na escola; sentar no ônibus, carro ou metrô.
  • Adultos (≥ 18 anos): Uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., televisão, computador, tablet, telefone) na posição sentada, reclinada ou deitada; ler/escrever/conversar na posição sentada; sentar no ônibus, carro ou metrô.
  • Pessoas em cadeiras de rodas manual ou elétrica: Uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., televisão, computador, tablet, telefone) na posição sentada, reclinada ou deitada; ler/escrever/desenhar/pintar/conversar na posição sentada; sentar no ônibus, carro ou metrô; se deslocar numa cadeira de rodas elétrica; ser conduzido passivamente numa cadeiras de rodas manual.
Termo 4. Em pé
Definição Geral Posição na qual alguém se mantém na postura ereta com apoio dos próprios pés.
Ressalvas
  • Estar em pé ativamente: Refere-se a qualquer atividade realizada na posição ereta, no período de vigília, com dispêndio energético > 2,0 METs, sem deslocamento, apoiado ou não.
  • Estar em pé passivamente: Refere-se a qualquer atividade realizada na posição ereta, no período de vigília, com dispêndio energético ≤ 2,0 METs, sem deslocamento, apoiado ou não.  
  • Tempo em pé: Tempo despendido em pé por qualquer duração (p.ex., minutos por dia) ou em qualquer domínio (p.ex., na escola ou no trabalho).
  • Período em pé: Um período ininterrupto de tempo em pé.
  • Interrupção/quebra do tempo em pé: Um período em posição diferente da “em pé” entre dois períodos de tempo em pé.
  • Crianças (<1 ano; até caminhar), bebês e pré-escolares (1-4 anos), crianças e adolescentes (5-17 anos), adultos (≥ 18 anos) e pessoas em cadeiras de rodas manual ou elétrica: Aplica-se a mesma definição geral.
  • Pessoas incapazes de estar em pé: Não aplicável.
Exemplos
  • Estar em pé ativamente: Estar em pé numa escada, estar em pé pintando ou lavando louças; trabalhar em pé numa linha de produção; estar em pé fazendo malabarismo ou musculação.
  • Estar em pé passivamente: Estar em pé numa fila ou numa conversa de corredor; usar equipamentos eletrônicos (p. ex., televisão, computador, tablet, telefone) em pé; estar em pé na igreja.
  • Estar em pé com apoio: Estar em pé apoiado num sofá, cadeira ou nas mãos dos pais; estar em pé com a ajuda de muletas, bengala ou outros equipamentos de apoio postural. 
Termo 5. Tempo de tela
Definição Geral Tempo de tela refere-se ao tempo gasto em comportamentos baseados em tela. Esses comportamentos podem ser realizados de forma sedentária ou fisicamente ativa.
Ressalvas
  • Tempo de tela recreacional: Tempo gasto em tempo de tela em atividades não laborais (escola ou trabalho).
  • Tempo de tela estacionário: Tempo de uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., celular, tablet, computador, televisão) sem movimentação, em qualquer domínio (p.ex., na escola, no trabalho, no lazer).
  • Tempo de tela sedentário: Tempo de uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., celular, tablet, computador, televisão) em comportamento sedentário, em qualquer domínio (p.ex., na escola, no trabalho, no lazer).
  • Tempo de tela ativo: Tempo de uso de equipamentos eletrônicos (p.ex., celular, tablet, computador, televisão) com movimentação, em qualquer domínio (p.ex., na escola, no trabalho, no lazer).
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Todos os grupos etários e níveis de aptidão: Assistir TV, usar o celular/tablet, usar o computador.
  • Tempo de tela ativo: Jogar video-games ativos, correr na esteira enquanto assiste TV.
Termo 6. Tempo sedentário não baseado em tela
Definição Geral Tempo sedentário não baseado em tela refere-se ao tempo sedentário que não envolve o uso de equipamentos eletrônicos.
Ressalvas
  • Tempo em atividades recreacionais não baseadas em tela: Tempo despendido em atividades sedentárias não baseadas em tela, as quais não estão relacionadas à escola ou ao trabalho.
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Crianças (<1 ano; até caminhar): Estar deitado em decúbito dorsal com pouca movimentação; sentar em um carrinho de bebê ou assento de carro com pouca movimentação.
  • Bebês e pré-escolares (1-4 anos): Sentar passivamente num carrinho/cadeira alta para bebês ou assento de carro; sentar passivamente numa caixa de areia ou no chão; ler um livro não eletrônico ou brincar de jogos de tabuleiro na posição sentada.
  • Crianças e adolescentes (5-17 anos): Sentar na escola; fazer tarefas de casa ou atividades artísticas na posição sentada; ler um livro não eletrônico; brincar de jogos de tabuleiros; sentar no carro.
  • Adultos (≥ 18 anos): Ler um livro não eletrônico; brincar de jogos de tabuleiro; sentar no carro.
  • Pessoas em cadeiras de rodas manual ou elétrica: Ler um livro não eletrônico; brincar de jogos de tabuleiro; sentar no carro; ser conduzido passivamente numa cadeira de rodas manual.
Termo 7. Sentado
Definição Geral Posição na qual o peso corporal é suportado majoritariamente pelas nádegas (em oposição aos pés) e as costas estão eretas.
Ressalvas
  • Sentado ativamente: Refere-se a qualquer atividade realizada, no período de vigília, na posição sentada com dispêndio energético > 1,5 METs.
  • Sentado passivamente: Refere-se a qualquer atividade realizada, no período de vigília, na posição sentada com dispêndio energético ≤ 1,5 METs.
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Sentado ativamente: Trabalhar sentado numa linha de produção; tocar violão sentado; usar equipamentos que exigem movimentação das pernas/pés na posição sentada; realizar atividades num ergômetro de braço estando em cadeira de rodas.
  • Sentado passivamente: Refere-se aos exemplos de comportamentos sedentários na posição sentada.
Termo 8. Reclinado
Definição Geral Reclinado é a postura corporal entre estar sentado e deitado.
Ressalvas
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
  • O comportamento reclinado pode ser passivo (≤ 1,5 METs) ou ativo (>1,5 METs).
Exemplos
  • Reclinado passivo (todas as idades e grupos de aptidão): Estar relaxado numa cadeira ou poltrona de forma sedentária.
  • Reclinado ativo (todas as idades e grupos de aptidão): Pedalar em bicicletas reclinadas.
Termo 9. Deitado
Definição Geral Deitado refere-se a estar na posição horizontal suportado por uma superfície.
Ressalvas
  • A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
  • A posição deitada pode ser passiva (≤ 1,5 METs) ou ativa (>1,5 METs).
Exemplos
  • Deitado passivamente (todos os grupos etários e níveis de aptidão): Deitado numa poltrona, na cama ou no chão de forma sedentária.
  • Deitado ativamente (todos os grupos etários e níveis de aptidão): Realizar prancha abdominal.
Termo 10. Padrão do Comportamento Sedentário
Definição Geral Refere-se à maneira como o comportamento sedentário é acumulado ao longo de um dia ou semana durante o período de vigília (p. ex., o horário, duração e frequência de acúmulo e interrupções de comportamentos sedentários).
Ressalvas A definição geral aplica-se a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Prolonger: Alguém que acumula o tempo sedentário em longos períodos contínuos.
  • Breaker: Aquele que acumula o tempo sedentário com frequentes interrupções e curtos períodos contínuos.

MET = equivalente metabólico corresponde à taxa metabólica de repouso da população em questão. Em adultos sem dificuldades de mobilidade ou doenças crônicas, um equivalente metabólico é considerado o consumo de 3,5 ml O2/kg/min. O equivalente metabólico é normalmente maior em crianças e em pessoas com condições que elevam a atividade muscular ou o metabolismo; e geralmente menor nas pessoas com paralisias, massa muscular reduzida ou outras condições extremas. A interpretação dos valores de MET, bem como as definições e ressalvas, deve ser feita com atenção à população em questão.