Consensus Definitions
(Portuguese - Portugal - Translation)


Legenda

Ilustração do modelo conceptual final da terminologia baseada no movimento estruturada num período de 24 horas. A figura organiza os movimentos que ocorrem ao longo do dia em duas componentes: o anel interno representa as principais categorias de comportamento usando o dispêndio energético. O anel externo apresenta categorias gerais baseadas na postura. Passe o rato sobre um termo na figura para ver a sua definição. Definições detalhadas, especificações e exemplos relacionados com o comportamento sedentário encontram-se abaixo da figura. A proporção de espaço nesta figura ocupada por cada comportamento não é prescritiva do tempo que deve ser gasto nestes comportamentos em cada dia.

 
 

Consensus Definitions

Final definitions, caveats and examples of key terms from the Sedentary Behavior Research Network (SBRN) Terminology Consensus Project.

11 translations available: Chinese (traditional), Dutch, English, French, German, Greek, Japanese, Korean, Portuguese (Portugal), Portuguese (Brazil), and Spanish.

Definições finais, especificações e exemplos de termos-chave do Projeto de Consenso de Terminologia da Rede de Investigação do Comportamento Sedentário (SBRN)

Translators: Carla Moreira (Research Centre for Physical Activity, Health and Leisure (CIAFEL), Faculty of Sports, University of Porto), Eduarda Sá (Early Start Research Institute, Faculty of Social Sciences, University of Wollongong; Research Centre in Physical Activity and Health, Faculty of Sport, University of Porto), Luís Lopes (Research Centre for Physical Activity, Health and Leisure (CIAFEL), Faculty of Sports, University of Porto), Ricardo Gonçalves (Research Centre for Sport and Physical Education (CIDEF), Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes), Rute Santos (Early Start Research Institute, Faculty of Social Sciences, University of Wollongong; Research Centre in Physical Activity and Health, Faculty of Sport, University of Porto)

Termo 1. Inatividade Física
Definição geral Um nível de atividade física insuficiente para cumprir as atuais recomendações de atividade física.
Especificações A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Crianças em idade pré-escolar (1-4 anos de idade): não atingir 180 minutos por dia de atividade física a qualquer das intensidades.
  • Crianças e jovens (5-17 anos): não atingir 60 minutos por dia de atividade física de intensidade moderada-a-vigorosa.
  • Adultos (≥ 18 anos): não atingir 150 minutos por semana de atividade física de intensidade moderada-a-vigorosa ou 75 minutos por semana de atividade física vigorosa ou uma combinação equivalente de atividade física de intensidade moderada-a-vigorosa.
Termo 2. Comportamento estacionário
Definição geral Comportamento estacionário refere-se a qualquer comportamento executado enquanto deitado, reclinado, sentado ou em pé, sem deambular e enquanto acordado, independentemente do dispêndio energético.
Especificações
  • Tempo em comportamento estacionário: o tempo despendido em comportamento estacionário em qualquer período (por exemplo, por dia, por semana), em qualquer contexto (por exemplo, na escola / no trabalho) e em qualquer intensidade (por exemplo, ficar numa fila, trabalhar numa linha de montagem sem deambular, trabalhar numa mesa de pé, sentado numa sala de aula).
  • Período de comportamento estacionário: um período ininterrupto de comportamento estacionário.
  • Interrupções/pausas do comportamento estacionário: um período de comportamento não estacionário entre dois períodos passados em comportamento estacionário (aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades, exceto a crianças com menos de 1 ano de idade).
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades, exceto para crianças com menos de 1 ano de idade (ou que ainda não andem autonomamente) e pessoas com incapacidade motora incapazes de se levantar.
Exemplos
  • Uso de dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone) enquanto sentado, reclinado ou deitado; a ler / a escrever / a desenhar / a pintar / a conversar enquanto sentado; sentado na escola / no trabalho; sentado no autocarro, carro ou comboio.
  • Permanecer em pé numa fila; permanecer em pé na igreja; permanecer em pé para uma conversa no corredor; escrever uma mensagem de texto em pé; utilizar uma mesa de pé.
  • Ser carregado/segurado/aconchegado por alguém.
Termo 3. Comportamento sedentário
Definição geral Comportamento sedentário é qualquer comportamento caracterizado por um dispêndio energético ≤1,5 equivalentes metabólicos (METs), enquanto acordado numa posição sentada, reclinada ou deitada.
Especificações
  • Tempo sedentário: o tempo passado em comportamento sedentário de qualquer duração (por exemplo, minutos por dia) ou em qualquer contexto (por exemplo, na escola ou no trabalho).
  • Período de comportamento sedentário: um período ininterrupto passado em comportamento sedentário.
  • Interrupções de comportamento sedentário: um período passado em comportamento não-sedentário entre dois períodos de comportamento sedentário.
  • Crianças com menos de 1 ano (ou que ainda não andem autonomamente): qualquer comportamento, enquanto acordado, caracterizado por um baixo dispêndio energético enquanto estiver confinado (por exemplo, carrinho de bebé, cadeira alta, assento de carro), ou quando sonolento (por exemplo, reclinado/sentado numa cadeira com pouco movimento, mas não confinado). O tempo despendido em decúbito ventral (com a barriga para baixo) não é considerado um comportamento sedentário.
  • Crianças em idade pré-escolar (1-4 anos), crianças e jovens (5-17 anos), adultos (≥ 18 anos) e todos os grupos de habilidades e capacidades: aplica-se a definição geral.
Exemplos
  • Crianças com menos de 1 ano (ou que ainda não andem autonomamente): deitado acordado na cama com movimento mínimo; sentando numa cadeira de bebé / cadeira alta / carrinho / assento de carro com movimento mínimo; ser carregado / segurado / aconchegado por alguém.
  • Crianças em idade pré-escolar (1-4 anos): uso de dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone) enquanto sentado, reclinado ou deitado; a ler / a desenhar / a pintar enquanto sentado; sentado no carrinho de bebé; sentado na cadeira de bebé ou no sofá enquanto come uma refeição; sentado num autocarro, carro ou comboio.
  • Crianças e jovens (5-17 anos): uso de dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone) enquanto sentado, reclinado ou deitado; a ler / a escrever / a desenhar / a pintar; a fazer os trabalhos de casa enquanto sentado; sentado na escola; sentado num autocarro, carro ou comboio.
  • Adultos (≥ 18 anos): uso de dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone) enquanto sentado, reclinado ou deitado; a ler / a escrever / a conversar enquanto sentado; sentado num autocarro, carro ou comboio.
  • Pessoas que usam uma cadeira de rodas manual ou motorizada: uso de dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone) enquanto sentado, reclinado ou deitado; a ler / a escrever / a desenhar / a pintar / a conversar enquanto sentado; sentado num autocarro, carro ou comboio; movendo-se/deslocando-se de um lado para o outro numa cadeira de rodas motorizada; sendo empurrado enquanto passivamente sentado numa cadeira de rodas manual.
Termo 4. Permanecer em pé
Definição geral Uma posição em que alguém se encontra ou se mantém numa posição ereta enquanto o peso do corpo é suportado pelos seus pés.
Especificações
  • Permanecer em pé ativamente: permanecer em pé ativamente refere-se a qualquer atividade, enquanto acordado numa postura ereta, caracterizada por um dispêndio energético > 2,0 METs, sem deambular, apoiado ou não.
  • Permanecer em pé passivamente: permanecer em pé passivamente refere-se a qualquer atividade, enquanto acordado numa postura ereta, caracterizada por um dispêndio energético ≤ 2,0 METs, enquanto permanece sem deambular, apoiado ou não.
  • Tempo passado em pé: o tempo de permanência em pé com qualquer duração (por exemplo, minutos por dia) ou em qualquer contexto (por exemplo, na escola / no trabalho).
  • Período passado em pé: um período ininterrupto de permanência em pé.
  • Interrupções/intervalos à posição em pé: um período passado numa posição diferente da posição em pé, entre dois períodos de permanência em pé.
  • Crianças com menos de 1 ano (ou que ainda não andem autonomamente), crianças em idade pré-escolar (1-4 anos), crianças e jovens (5-17 anos), adultos (≥ 18 anos) e pessoas que usam uma cadeira de rodas manual ou motorizada: aplica-se a definição geral.
  • Pessoas que não são capazes de permanecer em pé: não aplicável
Exemplos
  • Permanecer em pé ativamente: permanecer em pé sobre uma escada; permanecer em pé enquanto pinta; permanecer em pé enquanto lava a loiça; trabalhar numa linha de montagem enquanto permanece em pé; permanecer em pé enquanto faz malabarismos; permanecer em pé enquanto levanta pesos.
  • Permanecer em pé passivamente: permanecer em pé numa fila; permanecer em pé numa conversa de corredor; permanecer em pé a usar dispositivos eletrónicos (por exemplo, televisão, computador, tablet, telefone); permanecer em pé numa igreja.
  • Permanecer em pé apoiado: permanecer em pé enquanto apoiado num sofá, numa cadeira ou na mão de um dos pais; permanecer em pé com a ajuda de muletas, de uma bengala, ou de uma standing frame.
Termo 5. Tempo de ecrã
Definição geral Tempo de ecrã refere-se ao tempo passado em comportamentos em frente a um ecrã. Esses comportamentos podem ser sedentários ou fisicamente ativos.
Especificações
  • Tempo de ecrã durante o tempo de lazer: tempo de ecrã não relacionado com a escola ou com o trabalho.
  • Tempo de ecrã estacionário: tempo passado a usar um dispositivo com ecrã (por exemplo, smartphone, tablet, computador, televisão) enquanto se está parado em qualquer contexto (por exemplo, na escola, no trabalho, em lazer).
  • Tempo de ecrã sedentário: tempo passado a usar um dispositivo com ecrã (por exemplo, smartphone, tablet, computador, televisão) enquanto sedentário, em qualquer contexto (por exemplo, na escola, no trabalho, em lazer)
  • Tempo de ecrã ativo: tempo passado a usar um dispositivo com ecrã (por exemplo, smartphone, tablet, computador, televisão) enquanto não está em comportamento estacionário, em qualquer contexto (por exemplo, na escola, no trabalho, em lazer).
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades: ver televisão, usar um smartphone/tablet, usar um computador.
  • Tempo de ecrã ativo: jogar videojogos ativos, correr numa passadeira rolante a ver televisão.
Termo 6. Tempo sedentário sem tempo de ecrã
Definição geral O tempo sedentário sem tempo de ecrã refere-se ao tempo passado em comportamentos sedentários que não envolvem o uso de ecrãs.
Especificações
  • Tempo de lazer sem tempo de ecrã: tempo passado em comportamentos sedentários que não envolvem o uso de ecrãs e que não estão relacionados com a escola ou com o trabalho.
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Crianças com menos de 1 ano de idade (ou que ainda não andem autonomamente): deitado num tapete em decúbito dorsal (com a barriga para cima) enquanto acordado; sentado num carrinho ou assento de carro com pouco movimento.
  • Crianças em idade pré-escolar (1-4 anos): sentado numa cadeira de bebé/criança, cadeira ou assento de carro; sentado passivamente na areia ou no chão; ler um livro não eletrónico ou jogar um jogo de tabuleiro enquanto sentado.
  • Crianças e jovens (5-17 anos): sentado na escola; sentado a fazer os trabalhos de casa ou trabalhos artísticos; ler um livro não eletrónico; jogar um jogo de tabuleiro; sentado no carro.
  • Adultos (≥ 18 anos): ler um livro não eletrónico; jogar um jogo de tabuleiro; sentado no carro.
  • Pessoas que usam uma cadeira de rodas manual ou motorizada: ler um livro não eletrónico; jogar um jogo de tabuleiro; sentado no carro; ser empurrado enquanto sentado passivamente numa cadeira de rodas manual.
Termo 7. Sentado
Definição geral Uma posição em que o peso do corpo é suportado pelas nádegas, em vez de pelos pés, e em que as costas estão eretas.
Especificações
  • Sentado ativamente: sentado ativamente refere-se a qualquer atividade, enquanto acordado, numa postura sentada caracterizada por um dispêndio energético > 1,5 METs.
  • Sentado passivamente: sentado passivamente refere-se a qualquer atividade, enquanto acordado, numa postura sentada caracterizada por um dispêndio energético ≤ 1,5 METs.
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Sentado ativamente: trabalhar sentado numa linha de montagem; tocar guitarra enquanto sentado; usar dispositivos que envolvem os pés/pernas enquanto sentado; fazer ergometria com os braços enquanto numa cadeira de rodas.
  • Sentado passivamente: consultar exemplos de comportamento sedentário enquanto sentado.
Termo 8. Reclinado
Definição geral Reclinado é uma posição relaxada do corpo entre as posições sentado e deitado.
Especificações
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
  • O comportamento reclinado pode ser passivo (≤ 1,5 MET) ou ativo (> 1,5 MET).
Exemplos
  • Reclinado passivo (todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades): estar descansado / relaxado numa cadeira ou num sofá em comportamento sedentário.
  • Reclinado ativo (todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades): ciclismo reclinado.
Termo 9. Deitado
Definição geral Deitado refere-se a estar numa posição horizontal sobre uma superfície de suporte.
Especificações
  • A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
  • O comportamento deitado pode ser passivo (≤ 1,5 METs) ou ativo (> 1,5 METs)
Exemplos
  • Deitado passivamente (todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades): deitado num sofá, na cama ou no chão em comportamento sedentário.
  • Deitado ativamente (todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades): posição de prancha isométrica
Termo 10. Padrão de comportamento sedentário
Definição geral A forma como o comportamento sedentário é acumulado ao longo do dia ou da semana, enquanto acordado (por exemplo, o tempo, a duração e a frequência dos períodos e intervalos de comportamento sedentário).
Especificações A definição geral é aplicável a todos os grupos etários independentemente das suas habilidades e capacidades.
Exemplos
  • Prolonger: alguém que acumula tempo sedentário em períodos contínuos prolongados.
  • Breaker: alguém que acumula tempo sedentário com interrupções frequentes e em períodos breves.

MET = equivalente metabólico correspondente à taxa metabólica de repouso da população estudada. Considera-se que um equivalente metabólico é de 3,5 ml de O2/kg/min em adultos sem incapacidade motora ou doença crónica. Um equivalente metabólico é geralmente mais elevado em crianças e naqueles com condições que elevam a atividade muscular ou o metabolismo e é geralmente mais baixo naqueles com paralisia, com pouca massa muscular ou com condições deficitárias. A interpretação dos valores do MET deve ser efetuada de acordo com a população em estudo e as definições e as especificações acima mencionadas devem ser aplicadas em conformidade.